Não tenho a menor dúvida que estudar no Instituto influenciou diretamente a formação do meu caráter pessoal, profissional e social. Lá com os professores, mais importante do que as horas de estudo, aprendi a ter disciplina. Você ser responsável, organizado e aprender a ter foco, são qualidades muitas vezes tão importantes quanto o próprio conhecimento em si. Por consequência, me tornei um expert na área de Ortodontia e de referência internacional, proferindo aulas e palestras nas principais Universidades e Congressos dos Estados Unidos, Europa e Brasil, com dezenas de trabalhos científicos publicados e fluente em três idiomas. Socialmente, talvez o altruísmo presente na minha familia tenha sido despertado pela escola e pelos momentos que passei ajudando as pessoas de todos os níveis. Por fim, a escola me propocionou amizade, pois grande parte dos meus melhores amigos hoje foram também alunos do Instituto São José, sendo que mantemos contato por mais de 25 anos.”

Aluno do Instituto São José entre 1977 e 1984, e depois entre 1988 e 1991, Adriano relembra as experiências que foram marcantes para ele enquanto estudava lá: “Talvez a lembrança que mais me marcou no Instituto Auxiliadora eram as festas juninas e atividades do clubinho Dom Bosco. Depois, já no “Zezão” foram os jogos Olímpicos inter-classes que aconteciam todos os anos, a viagem de formatura no terceiro colegial para Camboriú e por fim o título de Campeão Municipal de Futebol de Salão. Acho que foi no ano de 1990 ou 1991 que jogamos diversos jogos por todos os bairros e escolas publicas da cidade e nos sagramos campeões em um jogo histórico na final contra a escola João Cursino (se não me falha a memória) no ginásio lotado do Sesi.”

Adriano também é bastante ativo e gosta de aproveitar a vida: “Gosto de esportes, cultura e viagens. Sou palmeirense, católico praticante, gosto de tecnologia, educação e pretendo como hobby, além de dar aulas, ser técnico de futebol e escrever livros.”

2-dr-araujo

Adriano tem 42 anos, é Cirurgião-Dentista e Professor Universitário na Unesp São José dos Campos. Possui Especialização, Mestrado e Doutorado em Ortodontia pela UNESP Araraquara, Pós-graduação na Baylor College of Dentistry em Dallas, Texas, Estados Unidos, e é também professor adjunto na Universitat Internacional da Catalunya, Barcelona, Espanha. Ele é casado há 12 anos com Stefani, norte-americana, e possui dois filhos: Gianna, 9 anos e Benjamin, 4 anos de idade.